Imagem destaque

Ferramentas de automação tendências para 2021

Escrito por Nathalia Costa
 em 10 de dezembro de 2020

Olá, tudo bem? É a minha primeira vez escrevendo aqui no nosso blog, então vou iniciar esse post me apresentando. Meu nome é Nathalia Costa, sou uma Recifense morando a um ano em Porto Alegre, onde atuo como analista de testes automatizados para DBC Company.

O objetivo desse artigo é comentar sobre ferramentas de automação, que tem sido requisito para as vagas na nossa empresa e tendências para 2021, de acordo com o nosso time de Recrutamento & Seleção. Assim, com essas informações possamos nos manter atualizados com as necessidades do mercado, tanto para testes front-end quanto back-end. Então vamos a elas: 

Selenium – Muito conhecida no meio da automação de navegadores web. O Selenium fornece ferramentas, bibliotecas e extensões que permitem simular ações do usuário em vários navegadores web e sistemas operacionais diferentes. 

Cypress – Também é uma ferramenta para testes automatizados front-end e mesmo sendo comparada ao Selenium, o Cypress diferentemente opera no mesmo loop da sua execução. Seu processo Cypress e Node permitem uma comunicação, sincronização e realização de tarefas constantes o que capacita a resposta a eventos em tempo real. 

Appium – Projetado com o objetivo de atender as necessidades de automação móvel, híbridos e plataformas móveis IOS, Android e Windows. Com a utilização da ferramenta é desnecessário modificar ou recompilar seu aplicativo para automatizar e não ficamos presos a uma linguagem ou estrutura especifica para escrever os testes. 

Rest-Assured – Desenvolvida para facilitar a criação de testes automatizados back-end para APIs Rest. Suporta pedidos POST, GET, PUT, DELETE, OPTIONS, PATCH e HEAD e pode ser utilizado para validar respostas desses pedidos. 

Postman – Plataforma de colaboração para desenvolvimento de API. Permite enviar um pedido e validar sua resposta, além de possibilitar que os pedidos sejam criados em cadeia utilizando as respostas anteriores para o teste atual, escrever testes, criar e executar coleções, controlar o fluxo de trabalho entre outras possibilidades. 

Cucumber – Realiza a leitura de executáveis escritas em textos simples utilizando o formato Given, When e Then e valida se o software realiza o descrito na especificação, além de gerar relatórios exibindo o resultado para cada cenário e a mesma ferramenta reforça o uso da técnica BDD (Behavior Driven Development). O Cucumber está disponível para um número relevante de ferramentas de programação já conhecidas, por exemplo: Java, Node.js, Ruby, Android e Scala. 

Maven – Ferramenta para construir e gerenciar qualquer projeto com base na linguagem de programação Java. Fornece um sistema de construção uniforme usando o modelo de projeto (POM) e um conjunto de plug-ins. Fornece informações de projeto de qualidade, como dependências utilizadas no projeto e relatórios de testes de unidade e cobertura.

E também fornece diretrizes para desenvolvimento e melhores práticas, como convenções de nomenclatura de casos de teste e sugestões de diretrizes sobre como fazer um layout da estrutura e diretórios do seu projeto. 

Junit – Facilita a criação e manutenção de testes automatizados com exibição de resultados. Algumas das facilidades são: permitir uma rápida criação de código de teste, checar os resultados e fornecer uma resposta imediata. Tem suporte para IDEs populares como: Intellij IDEA, Eclipse, NetBeans e Visual Studio além do suporte para ferramentas de construção como Gradle, Maven e Ant.

Espero que vocês tenham gostado do conteúdo. Até o próximo artigo!

Quer fazer parte do nosso time? #VemPraDBC

Confira nossas vagas em: https://dbc.compleo.com.br/

por Nathalia Costa Analista de Testes Automatizados
Menu - DBC Company

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter

Deixe um comentário!

E participe da conversa.

Veja Também

Ferramentas de automação tendências para 2021
Olá, tudo bem? É a minha primeira vez escrevendo aqui no nosso blog, então vou iniciar esse post me apresentando. Meu nome...
Modelagem Dimensional – Star Schema e Snowflake Schema
Agora que já aprendemos os conceitos básicos da modelagem dimensional, no artigo “Introdução à Modelagem Dimensional”, podemos nos aprofundar no tema, abordando...